Digite seu E-mail:

Assinar Feed

segunda-feira, 7 de abril de 2014
Imprimir PDF

Israel o Relógio Profético de Deus e a grande conspiração Cristã sionista

Israel o Relógio de Deus

Quase dois milênios depois da vinda do messias prometido, ela ainda continua sendo o centro das atenções do mundo cristão, recebendo o título de Israel o relógio profético de Deus, na terra como marcador divino dos sinais dos fim dos tempos, e da segunda volta física de Jesus pelos protestantes em maioria. Más na realidade e sobre o ponto de vista racional e cristão, isso seria correto?

relogio-de-deus

As denominações judias sionistas passaram a exaltar também estas idéias e junção com suas utopias de reconquistas de seus territórios, não somente pelo fator político, mais religioso em âmbito com uma essência totalmente dominatória. Pois era assim que definiam e interpretavam equivocadamente as profecias de Zacarias, Ezequiel e outros segundo o que eles acreditavam após o exílio romano.

Jerusalém:

“E também Judá pelejará em Jerusalém, e as riquezas de todos os gentios serão ajuntadas ao redor, ouro e prata e roupas em grande abundância.” (Zacarias 14:14)

Messias:

“Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio,” (Isaías 11:4)

Segundo estas profecias e outras podemos entender na realidade a visão sionista, que após o exílio segundo suas ideias “segura para sempre(Zacarias 14:11), e sobre a direção do messias, reinando sobre todos os povos da terra, e todos aqueles nações resistentes á suas dominações, seriam destruídas por ordem do grande enviado.

Ler o Tema: “A História não é bem como nos contam”desta postagem; click em Decaídos e a Linhagem Reptiliana Segundo os Espíritos.

A Verdade das Profecias

fim-dos-dias-no-tempo-de-Deus

Na verdade não existe profecia no velho testamento que se refere á volta dos judeus á suas terras após 1948.

Só há uma referência no novo testamento do próprio Jesus em (Lucas 21:24), e que não implica numa data exata.

Tanto Ezequiel como Zacarias e outros profetas, fazem referência á volta dos judeus da deportação babilônica e não da Romana.

Todas as profecias do velho testamento se cumprem em Jesus o “Messias”.

“Sim, e todos os profetas, desde Samuel, todos quantos depois falaram, também predisseram estes dias.” (Atos 3:24).

- Como vemos todas as profecias se cumprem com a vinda de Cristo, Em Ezequiel 37, após a ressurreição dos mortos (ossos secos), Deus os levaria de volta a sua nação e assim seria uma nação próspera Ezeq 37:25, e após isso, o estabelecimento de uma aliança de paz, aliança esta que era o evangelho (Ez 37:26). (Ver: Os Ultimos dias…)

Já na época de Jesus Marta fez uma referência sobre a ressurreição do ultimo dia, e Jesus afirmou positivamente. Eu sou a ressurreição.. (João 11:25).

- Segundo o próprio Jesus, a ressurreição era ele, e se cumpria a redenção de Israel ali naquela época, ele foi a pedra que foi negada por aquela geração (judeus), e assim negaram aquilo que havia sido prometido em (Zacarias 12:03) e em outras profecias.

Portanto a promessa se cumpriu com os filhos da nova aliança (Atos 3:25), e deixando aqui desmistificado essa mentira ou equívoco cristã-sionista.

A Verdade Oculta

Sionismo-Anticristos

Infelizmente sem saberem, quando os cristãos protestantes sancionam esta teoria da criação do estado de Israel como cumprimento das profecias do velho testamento, indiretamente afirmam que o messias ainda não se revelou á Israel.

Pregam uma ideologia anticristã sem saberem, por influência desta dependência teológica Sionista e Americana (nova babilônia).

“Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo.” (2 João 1:7)

- E segundo suas idéias após o restabelecimento em Israel, se cumprindo em 1948, aí agora somente esperam a vinda do seu messias, pois é nesta sequencia profética que está (Ezequiel 37) assim como indiretamente o cristãos em grande parte protestantes, esperam e negam sem saber a sua primeira vinda.

O que é o Sionismo

O Sionismo é um movimento político e filosófico que defende o direito à autodeterminação do povo judeu e à existência de um Estado judaico independente e soberano no território onde historicamente existiu o antigo Reino de Israel .

Na realidade o objetivo do sionismo nunca foi meramente para colonizar a Palestina - como era o objetivo da clássica colonial e dos movimentos imperial durante os séculos 19 e 20. Mais sim para explorar os povos indígenas como mão de obra barata, quanto a extração de recursos naturais para o lucro exorbitante. O que distingue o sionismo de alguns movimentos religiosos e colonizadores.

Sinagogas de Satanás

Sinagogas-de-Satanás

Já na época dos evangelista a essência sionista primitiva, já se expandia de forma extensa sobre aquele novo mundo, Jesus por revelação á um anjo dado a João se refere á este judaísmo político e dominador por sinagogas de satanás.

E não é de admirar que o domínio e a invasão romana sobre este povo foram uma permissão divina para barrar estes poderes, antes da época exata.

Os Protocolos dos Sábios de Sião

Os Protocolos dos Sábios de Sião ou Os Protocolos de Sião são textos que denunciaram a intenção real sionista. Alguns dizem ter sido forjado em 1897, que descrevia um projeto de conspiração para que os judeus atingissem a dominação mundial.

Segundo alguns são guias e um completo manual para as atividades ocultas desta organização, existiu e existe uma grande campanha de desinformação, para tacharem estes documento de falsos, com a desculpa de anti-semita.

Essência Sionista

Israel-satã

O Relatório Koenig declarou esta política sionista ainda mais clara: “Devemos usar o terror, o assassinato, a intimidação, a confiscação de terras e o corte de todos os serviços sociais para libertar a Galileia da suapopulação árabe.”

Heilbrun presidente do Comité para a eleição de Re-Geral Shlomo Lahat, o prefeito de Tel Aviv, declamou:

"..Temos que matar todos os palestinos a menos que eles estejam resignados a viverão aqui como escravos"

Estes são as palavras de Uri Lubrani, assessor especial primeiro-ministroisraelense David Ben Gurion, em árabe Exteriores, em 1960: "Vamos reduzir a população árabe a uma comunidade de lenhadores e garçons."

Raphael Eitan, chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Israel afirmou: “Declaramos abertamente que os árabes não têm direito de se instalar no mesmo um centímetro de Eretz Israel” ... Força é tudo o que fazem e já vai entender. “Vamos usar a força máxima até que os palestinos se vêrem rastejando para nós em por todos os lados . “

A Idolatria Cristã

Doutrina-do-Relógio-de-Deus

(Cds religiosos que pregam a doutrina do Relógio de Deus)

Após a reforma protestante e sobre o clima de diversas lutas interna e externas da igreja (IRCA), somente a partir daí é que com o surgimento de várias denominações religiosas cristãs independentes, é que muitos passaram a ter a liberdade total para o estudo das escrituras.

Infelizmente por uma falsa interpretação histórica da bíblia, pelos filhos da reforma, ouve uma abertura se assim que podemos chamar de portais para que mal pudesse se reestabelecer.

Todos os partidos cristãos em vários países não só apoiaram, mais disponiblizaram milhões dolares em recursos para promover a volta dos judeus á seus territórios. Pois era assim que interpretam também as profecias velha testamentárias.

E por isso ainda hoje milhares de sites e livros protestantes disseminam, essa mesma idéia de Israel física como o relógio de Deus na terra, se cumprindo Ezequiel 37 em 1948.

A Criação do estado de Israel

Antes de1948 havia um movimento de colonização da Palestina por judeus europeus organizados em torno da ideologia sionista. Nas décadas de 1920 e 30, invasores sionistas já perpetravam ataques contra os palestinos, destruindo aldeias inteiras, matando indiscriminadamente populações indefesas, roubando suas terras e fontes de água, com a conivência da administração colonial britânica.

A política de limpeza étnica permaneceu a mesma ao longo dos últimos 60 anos que se passaram desde a criação de Israel. Para dar legitimidade a tal política, os sionistas contaram com o favor da opinião pública dos países imperialistas, chocados com a revelação do extermínio de milhões de judeus europeus no curso da II Guerra.

O Holocausto forneceu um álibi para as ações do sionismo. Como se já não bastasse a crueldade dos crimes cometidos contra os palestinos, o sionismo adicionou a tais crimes uma pérfida mentira ao vincular a expansão imperialista de Israel sobre a Palestina com a necessidade da desculpa “defesa do povo judeu”, convertido em vítima perpétua.

O Controle das Consciências

As idéias e manipulações sionista se expandiram pelo mundo desde sua criação (1897), e após 1930 várias denominações cristãs protestantes que por inocência se fizeram cúmplices indiretos das atrocidades sinistra deste satanismo redivivo das elites.

- “E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.” (Romanos 11:26)

- Essa profecia não é de Paulo, apenas uma citação sua de uma das profecia do velho testamento que afirmava que o Messias viria de Sião (Isaías 59:20) (Isaías 2:3) e (Zacarias 9: 9).

E sobre este ponto de vista, o sionismo disseminou a idéia que a própria Inglaterra seria a Sião do futuro.

Nos EUA após 1948, o então Presidente Truman, favorável à constituição do Estado de Israel por motivos religiosos. no(Seminário Teológico Judaico) em Nova Iorque. O rabino que o convidou, o apresentou como “... o homem que ajudou a criar o Estado de Israel...”. Em resposta Truman disse: “O que você quis dizer com 'criou'? Eu sou Ciro! Eu sou Ciro!”. Fazendo referência ao famoso rei persa que decretou o retorno dos judeus do exílio para a Terra Santa.

O Espírito Cristão

Os cristãos unidos pelo espírito do evangelho, sim devem estar de apoio a qualquer manifestação de qualquer restabelecimento territorial de qualquer povo do planeta, mais que estejam sobre o controle de entendides sérias e benfeitoras, para a conclusão de uma bem coletivo maior. E não atravéz de cúpulas que usam da mentira, manipulação, guerras, assassinato e genocídios de tantas espécies.

E tudo que indica é que o apoio dos Estados Unidos a Israel ao longo de todas essas décadas não tem a ver com qualquer simpatia extrema pelos judeus. Tem a ver com a necessidade de derrotar o antigo nacionalismo árabe, instalar em seu lugar governantes servis e assegurar o controle das fontes de petróleo do Oriente Médio.

É em função dessa tarefa prioritária para o imperialismo que Israel recebe verbas e equipamentos estadunidenses para seu formidável exército. E quando se vê nos conflitos um numero maior de baixas do lado palestino, não é por que o Deus de Israel esta como os judeus e sim o Deus (USA), contrariando o que acreditam muitos cristãos iludidos.

jerusalém-celestial-relógio-de-deus

Jerusalém Celeste

“Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo; destruirá e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,

Como viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela destruiu o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro. O Grande Deus fez saber ao rei o que há de ser futuramente. Certo é o “sonho, e fiel, a sua interpretação.”(Daniel 2:44-45).

- Um reino não feito por mãos humanas.

A história mostra a perfeita interpretação de Daniel. Três impérios sucederam o império Babilônico no domínio do mundo: Medo-Persa (Prata), Grego (Bronze), e o Romano (Ferro).

Portanto após o fim deste último (Roma) reino, esta pedra se faria conhecer. A verdadeira utopia dos cristãos, a Jerusalém celeste e não a física.

E valemos aqui lembrar que após a transição entre o judaismo e cristianismo, o titulo de nova nação de Deus ou novo reino de Deus na terra, foi iniciada pelas comunidades primitivas e hoje as modernas, são elas a nova figueira e não mais Isarel !

Conclusão

Quero aqui deixar minha ultima opinião sobre o assunto, e que muitos analisem a história sionista pelo mundo por outras fontes, e suas formas ocultas de domínio que se pendura desde o começo do século, e verão mais ainda outros tantos absurdo conspiratórios desta oligarquia.

Eu apenas aqui só juntei os pauzinhos matando charada ou o quebra cabeça disso e quem sabe pode estar ainda muito limitada essa conclusão.

Segundo o mestre Jesus somente olhando para frente é que seriamos dignos do reino de Deus, infelizmente muitos cristãos, ainda vivem uma teologia ultrapassada que olha não somente para trás (“lei”judaísmo), mais também para os lados doutrinas alheias.

Num contexto mais extenso e espiritual, temos que entender que muitos de nossos atos e pensamentos não vigiados, geram conseqüências diretas e indiretas, que acabam por prejudicar ao próximo sejam em maior ou em menor grau.

E essa não é a finalidade de um evangelho vivo, grande maioria dos cristãos protestantes hoje, anseiam por uma terceira guerra mundial, como sinal da volta de seu suposto mestre, que os ascecionará-los a um mundo de beatitudes e bonanças, e vez de orarem para que o mal não ocorram.

Se criou um falso evangelho, onde as obras não valem de nada, mais somente a fé, mais aí nos perguntamos, que fé ?

Em quem ?

Esperemos que muitos despertem, deste sono e aprendam ser independentes espiritualmente de concílios modernos, da ditaduras, e deste modelo global religioso e que cada vez mais os verdadeiros homens de bens encontrem a liberdade para atuarem na direção destas mesma entidades.

Autor: Valter J.Amorim (Aquárius)

Fonte de Apoio: A História Oculta do Sionismo.


Postagens Relativas:

Sionismo, Uma Doença da Sociedade Judia !

Decaídos e a Linhagem Reptiliana Segundo os Espíritos

Os Últimos dias e o que diz a Bíblia realmente !

Palestina: a heróica resistência de um povo

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !